Colostomia (procedimento)

De Portal da Codificação Clínica e dos GDH

Página com discussão
480

Definição

O procedimento de colostomia representa uma via alternativa ao trânsito intestinal normal. Realiza-se para resolver um estado de oclusão intestinal (de causa neoplásica ou outra), de perfuração intestinal (diverticulite, perfuração iatrogénica após polipectomia endoscópica, etc.), de escaras sagradas (em situações especiais), para tratar de urgência um quadro de traumatismo do intestino... ou como recurso definitivo de uma amputação abdómino-perineal.

Em todas estas situações, com excepção da última, a colostomia é "descompressiva" ou temporária: será encerrada em tempo oportuno.

Uma vez que a colostomia "não especificada" é um código de bloco operatório inespecífico, deve avaliar-se a situação de cada processo clínico e só utilizar esse código quando não for possível entender a circunstância e as razões que conduziram ao procedimento de colostomia.

Note-se também, de acordo com as notas de exclusão de √4th 46.1 Colostomy, que as colostomias que acompanham a amputação abdómino-perineal e a ressecção anterior do recto não se codificam (porque estas se codificam com códigos de combinação); (Ver também: o Coding Clinic[1]).


Referências

  1. Coding Clinic, 2nd Quarter 1997, pág. 5


Data da criação desta página e data da última modificação significativa

Página criada em 9-02-2004 por Fernando Lopes

Última modificação em 27-07-2011


Ferramentas pessoais
Ferramentas