AVC isquémico com transformação hemorrágica

De Portal da Codificação Clínica e dos GDH

357

Tabela de conteúdo

AVC isquémico e AVC hemorrágico

Os AVCs hemorrágicos, que constituem cerca de 10-20% de todos os AVCs, são causados pela rotura de vasos sanguíneos cerebrais ou de aneurismas. O tratamento dos AVCs hemorrágicos inclui o clipping cirúrgico e a embolização endovascular dos aneurismas.

Os AVCs isquémicos são, de longe, os mais comuns, representando 80-90% de todos os AVCs. São causados pela obstrução e oclusão de artérias cerebrais e pré-cerebrais por trombose, embolia e estenose. Até há pouco tempo o tratamento dos AVCs isquémicos era exclusivamente médico, envolvendo a infusão de anticoagulantes e de fármacos trombolíticos tais como o activador do plasminogénio (tPA). Mas para serem efectivos, os agentes trombolíticos intravenosos devem ser administrados antes de passarem três horas do início do AVC isquémico. (in Agenda ICD-9-CM Coordination and Maintenance Committee, Department of Health and Human Services, Centers for Medicare & Medicaid Services, September 29 – 30, 2005). Estes AVCs também podem evoluir para hemorragia e, daí, a designação de AVCs isquémicos com transformação hemorrágica.

Do exposto se pode concluir que os AVCs hemorrágicos e os AVCs isquémicos (incluindo aqueles com transformação hemorrágica) são entidades clínicas com características etiológicas e abordagens terapêuticas muito distintas, pelo que é importante a sua distinção.


Codificação

Assim, o AVC isquémico com transformação hemorrágica deve ser codificado como isquémico (434.91) e não como hemorrágico. Repare-se que no índice alfabético não existe qualquer entrada para "hemorrhagic" a seguir a Stroke / ischemic ou a Accident / cerebrovascular / ischemic e que o código indicado é, sempre, 434.91.


No caso da transformação hemorrágica ser sintomática, um agravamento neurológico que altera significativamente o tratamento do doente, deverá codificar-se a hemorragia como diagnóstico adicional.


AVC hemorrágico secundário a trombólise realizada em AVC isquémico

O procedimento de trombólise num AVC isquémico pode complicar-se de hemorragia originando a transformação hemorrágica do AVC isquémico.

Trata-se dum efeito adverso da trombólise que foi objeto duma nota do Coding Clinic [1] e que deverá codificar-se do seguinte modo:

434.91 Cerebral artery occlusion, unspecified, with cerebral infarction
997.02 Iatrogenic cerebrovascular infarction or hemorrhage
431     Intracerebral hemorrhage
E934.4 Drugs, Medicinal and Biological Substances Causing Adverse Effects in Therapeutic Use, Fibrinolysis-affecting drugs
99.10  Injection or infusion of thrombolytic agent


Ver também


Referências

  1. Hemorrhagic Conversion of Cerebral Infarction Due to Thrombolytic Therapy: Coding Clinic, Third Quarter 2010 Page: 5


Data da criação e da última modificação desta página

Página criada em 14/03/2008 por Fernando Lopes

Última modificação em 16-02-2013


Ferramentas pessoais
Ferramentas