Óbito fetal

De Portal da Codificação Clínica e dos GDH

1853

Tabela de conteúdo

Definição

Morte de um produto de fecundação antes da expulsão ou extracção completa do corpo damãe, independentemente da duração da gravidez. Indica o óbito a circunstância de o feto, depois de separado, não respirar nem manifestar quaisquer outros sinais de vida, tais como pulsações do coração ou do cordão umbilical ou contracções efectivas de qualquer músculo sujeito à acção da vontade, quer o cordão umbilical tenha sido cortado ou não e quer a placenta esteja ou não retida.

Classificação Internacional de Doenças, Revisão 1975, Volume 1, Definições e Recomendações.

Instituto Nacional de Estatística (INE), Estatísticas da Saúde, 1997


Codificação

A ICD-9-CM contém as seguintes categorias de códigos de diagnóstico para a morte fetal:

632 Aborto retido: morte fetal precoce antes do fim da 22ª semana de gestação com retenção do feto morto. Retenção dos produtos de concepção não consequentes a aborto espontâneo ou induzido, ou a parto.
634 - 639 Abortamento
656.4 Morte intra-uterina: morte fetal não especificada, após o términus da 22ª semanade gestação, ou tardia.


Ver também


Autores

  • Lopes, Fernando


Data da criação desta página e data da última modificação significativa

Página criada em 18/07/2000 por Fernando Lopes

Última modificação em 05/06/2003 por Fernando Lopes


Ferramentas pessoais
Ferramentas